Skip to content

Sobre

Visão geral do DMLOL

Discipulado vida-a-vida é um processo para transferir vida espirituall de uma pessoa (um líder de pequeno grupo) a outra no contexto de pequenos grupos de 3 a 6 pessoas.

Discipulado Missional Vida-a-Vida é definido como: “Trabalhar na vida de algumas pessoas com a intenção de infundir em suas vidas a Palavra de Deus e as Boas Novas de modo que eles se tornem maduros e bem equipados seguidores de Cristo, comprometidos a fazer o mesmo na vida de outros.”

Discipulado Missional Vida-a-Vida requer:

UM LÍDER QUALIFICADO

ALGUNS FIÉIS, DESEJOSOS DE SEGUI-LO

INTENÇÃO DE FAZER MADUROS E BEM EQUIPADOS SEGUIDORES DE CRISTO

FAZER AS COISAS CERTAS PARA TORNAR MADUROS E BEM EQUIPADOS ESTES SEGUIDORES DE CRISTO

Discipulado vida-a-vida é um processo para transferir vida espirituall de uma pessoa (um líder de pequeno grupo) a outra no contexto de pequenos grupos de 3 a 6 pessoas.

Discipulado Missional Vida-a-Vida é definido como: “Trabalhar na vida de algumas pessoas com a intenção de infundir em suas vidas a Palavra de Deus e as Boas Novas de modo que eles se tornem maduros e bem equipados seguidores de Cristo, comprometidos a fazer o mesmo na vida de outros.”

Discipulado Missional Vida-a-Vida requer:

O que não é

É importante esclarecer o que o discipulado missional vida-a-vida não é, porque há diversas abordagens para o crescimento espiritual que são, às vezes, intitulados discipulado, mas que fogem do foco.

DISCIPULADO MISSIONAL VIDA-A-VIDA NÃO É UM CURRÍCULO-A-CURRÍCULO

Nós acreditamos que discipulado acontece devido a relacionamentos, e não devido a livros ou materiais.

DISCIPULADO MISSIONAL VIDA-A-VIDA NÃO É MERAMENTE EXPERIÊNCIA E ATIVIDADE DA IGREJA

No entanto, um discípulo certamente será ativo na Igreja.

DISCIPULADO MISSIONAL VIDA-A-VIDA NÃO DIZ RESPEITO, MERAMENTE, A SERVIÇO

No entanto, um discípulo certamente desenvolverá o coração e as habilidades de um servo e os transformará em ação.

DISCIPULADO MISSIONAL VIDA-A-VIDA NÃO DIZ RESPEITO APENAS A MISSÃO

Ainda assim, um discípulo desenvolverá e buscará um plano de vida que é especificamente frutífero em termos de missão.

Identidade

Quem Somos?

 Somos uma aliança de igrejas, pastores e líderes com o propósito de fazer discípulos de Jesus Cristo em todas as nações.

 Nossa Visão

Ser uma referencia no preparo de igrejas e líderes para resgatar e viver o discipulado de Cristo.

Nossa Missão        

Envolver, equipar e encorajar a igreja evangélica na tarefa de fazer discípulos de Cristo maduros e equipados.

 
 
 

Nossos Valores

  • Intencionalidade
  • Relacionamentos: discípulo-discipulador; alianças (líderes/igrejas)
  • Fidelidade às Escrituras
  • Confidencialidade
  • Simplicidade
  • Multiplicação/reprodução
  • Acompanhamento
  • Serviço
  • Missionalidade
 

Estrutura Ministerial

Estrutura de Ministério

Para responder aos grandes desafios de nossa missão o Discipulado Missional Life on Life Brasil (DMLOL/BR) tem  uma estrutura funcional simples,  que coopera para manter o elemento orgânico de seu chamado e a intencionalidade de suas ações.

Conselho de Servos

Sua missão: tem a responsabilidade de refletir e estabelecer as diretrizes estratégicas para o progresso do DMLOL, bem como acompanhar as ações desenvolvidas pelo Diretor Executivo e a Equipe Nacional.

Sua composição: todos os pastores da Equipe Nacional; pastor presidente da Igreja Presbiteriana Luz e mais três líderes por ela designados; um representante da Perimeter Presbyterian Church de Atlanta/EUA. A representação destas igrejas no Conselho de Servos dá-se pelas seguintes razões:  Luz  – foi pioneira na implantação do DMLOL no Brasil  e oferece  apoio estrutural para a aliança de igrejas conectadas com o movimento;  Perimeter – implantou o DMLOL no Brasil, bem como em vários países, e continua sendo suporte fundamental para o avanço da visão.

Sua diretoria:  é composta de Presidente, Secretário e Tesoureiro.
 

Equipe Nacional

Sua missão –  executar as diretrizes estratégicas estabelecidas pelo Conselho de Servos: zelando pelo cumprimento dos valores e princípios que norteiam o DMLOL;  conduzindo/supervisionando todos os processos de treinamento e acompanhamento;  auxiliando os Centros de Treinamentos Regionais e abrindo novas frentes de discipulado no Brasil. 

Sua composição –  Diretor Executivo, indicado pelo Conselho de Servos, e pastores indicados pelo Diretor Executivo e homologados pelo Conselho de Servos.

Equipes Regionais

São formadas na medida que igrejas, pastores e líderes de uma região específica:  avançam em todos os  processos básicos de estabelecimento do discipulado;  têm pastores devidamente equipados pelos processos complementares de aperfeiçoamento; levantam um líder chave comprometido com Jesus, com a caminhada do discipulado e com as comunidades de fé.  Este líder é designado pela Equipe Nacional e homologado pelo Conselho de Servos. É critério “sine qua non”, para ocupar papel de liderança no DMLOL-BRASIL, estar envolvido num grupo de discipulado.